Como Trabalhar com Óleos Essenciais – 6 Dicas Para não Errar

Você já ouviu falar dos óleos essenciais mas não faz ideia dos efeitos e nem como devem ser usados? Para te ajudar, vamos explicar de onde eles vêm e como podem ser empregados para enriquecer ainda mais os seus sabonetes e cosméticos artesanais.

Além disso, saiba como trabalhar com esse rico ingrediente e confira um guia básico com os óleos essenciais mais usados. Bora conferir as dicas?

Curso de Saboaria

Veja também:

Como Fazer Sabonete – Guia Absolutamente Completo para Começar

Como Fazer Sabonete de Ervas – Passo a Passo

O que são Óleos Essenciais

vidro de óleo essencial

São óleos terapêuticos e aromáticos, geralmente extraídos de folhas, sementes e até de cascas de frutas. A desvantagem é que têm um custo mais elevado em relação às essenciais. Para se ter uma ideia, cerca 100 a 150 kg de matéria-prima pode render apenas 1 litro de óleo essencial.

Ou seja, o processo de extração pode ser bem caro. Isso justifica o preço mais alto em relação às essências sintéticas vendidas no mercado.

Óleos essenciais x essências

Enquanto as essências cosméticas são responsáveis apenas por dar cheiro aos produtos artesanais, os óleos essenciais, além de perfumar, possuem diversos compostos naturais. Essas substâncias, quando empregadas em preparações como óleos de massagem, cremes e aromatizadores de ambientes, podem ajudar a tratar vários tipos de problemas, como depressão, insônia, agitação excessiva e irritabilidade.

Como Utilizar os Óleos Essenciais

Por ser bastante concentrado, o óleo essencial não deve ser usado puro de maneira alguma. Sempre deve ser diluído em em óleo vegetal de boa qualidade, como azeite de oliva ou óleo de amêndoas. Geralmente são utilizadas 20 gotas de óleo essencial para cada 1 litro de óleo base.

Esse produto de primeira linha também podem ser incluído na preparação de aromatizadores de ambientes, sabonetes (líquidos e em barra), cremes e esfoliantes corporais. Os óleos podem ser combinados, de acordo com o cheiro desejado e com os problemas que se deseja tratar.

6 Dicas Para Trabalhar com Óleos Essenciais

óleos essenciais

Curso de Saboaria

1. Teste as combinações

Naturalmente, cada pessoa tem um gosto diferente quando se trata de aromas. Então, antes de misturar dois ou mais óleos em suas preparações, pingue uma gota de cada em na ponta de um cotonete. Assim você conseguirá ter uma ideia de qual será o cheiro final do produto que deseja fabricar.

2. Acrescente o óleo essencial aos poucos

Tenha cautela ao acrescentar os óleos essenciais nas receitas de sabonetes e cosméticos artesanais. Ao invés de usar de uma só vez a quantidade sugerida na receita, acrescente aos poucos e ajuste a quantidade de acordo com a necessidade. Assim você terá tempo de sentir todos os aromas até encontrar a combinação perfeita. A mesma dica vale para o uso das essências. 

3. Misture as preparações com cuidado

Seja gentil com suas misturas. Movimentos vigorosos, como os que são feitos para deixar o sabonete aerado, podem facilmente danificar os delicados compostos orgânicos que dão aos óleos essenciais os maravilhosos aromas terapêuticos. Dependendo da técnica que será utilizada, prefira adicionar esse ingrediente apenas na etapa final de preparação.

Outra opção, que por sinal é bastante utilizada, é fazer a substituição desse composto por uma essência cosmética e um extrato glicólico de boa qualidade. Os extratos de plantas também carregam importantes propriedades terapêuticas.

4. Guarde ou anote a fórmula perfeita

Lembre-se de acompanhar quantas gotas de cada óleo essencial você usou para enriquecer e perfumar suas preparações. Assim será mais fácil repetir a receita da próxima vez. Se necessário, anote em um caderno os ingredientes utilizados e a ordem de cada um. 

5. Armazene os produtos da forma correta

Os sabonetes, os óleos de massagem, os esfoliantes e os cremes corporais produzidos com óleos essenciais precisam ficar longe do calor e da luz excessiva. Esses fatores naturais geralmente alteram a composição química desse composto ou podem fazer com que ele se oxide e estrague mais rapidamente. 

Por isso é tão indicado envasar as misturas em embalagens escuras ou em potes herméticos (que impedem a entrada de ar). Outra dica é não encher os frascos por completo. É recomendado deixar um pouco de espaço para respiro.

6. Use as ferramentas certas

Ao trabalhar com óleos essenciais, use ferramentas produzidas com materiais que não grudam cheiro e que não oxidam, como jarras, potes e bastões de vidro. Evite utensílios de madeira, por serem porosos, e de metais, pois podem enferrujar. Por ser mais acessível, muitos artesãos utilizam ferramentas produzidas de um tipo de silicone mais resistente, como é o caso das espátulas culinárias, por exemplo. 

Onde Comprar os Óleos Essenciais

Os óleos essenciais são encontrados principalmente em lojas que vendem produtos focados na aromaterapia. Essa área tem como proposta o tratamento de diversos problemas do corpo e da mente por meio dos aromas extraídos das plantas.

Antes de comprar, verifique quais são as principais propriedades terapêuticas de cada um. Para te ajudar, preparamos abaixo um breve guia com alguns tipos de óleos mais usados na saboaria artesanal e suas aplicações.

Curso de Saboaria

Guia de Óleos Essenciais: Propriedades e Aplicações

óleos essenciais - propriedades e aplicações

Confira alguns óleos mais usados e suas principais funções!

Bergamota – Antisséptico, anti-inflamatório, antidepressivo, antiviral e antibacteriano; combate infecções e mal odores.

Camomila – Anti-inflamatória, antisséptica, calmante e relaxante; controla dor, trata eczemas e reduz cólicas.

Canela – estimulante físico e emocional; reduz a sonolência, a irritabilidade e ajuda na concentração.

Alecrim – Antisséptico, adstringente, estimulante e antioxidante; alivia dores musculares e melhora a digestão.

Cedro – Antibacteriano, estimulante linfático e descongestionante; ajuda a tratar infecções respiratórias e reduz a congestão nasal por meio da inalação.

Jasmim – Afrodisíaco; acalma o sistema nervoso e combate depressão e insônia.

Eucalipto – Antisséptico e estimulante; trata gripes e resfriados, combate o cansaço.

Rosa – Antidepressivo e afrodisíaco; melhora a autoestima e ajuda a aliviar sintomas provocados pela menopausa e TPM.

Curso de Saboaria

Limão – Estimulante mental e antidepressivo; ativa a concentração e alivia o cansaço mental.

Laranja – Revigorante; alivia a ansiedade e ajuda a reduzir a pressão arterial.

Lavanda – Desintoxicante e relaxante; combate o estresse e a insônia.

Como você conferiu, os óleos essenciais são usados não só para perfumar, mas principalmente para tratar problemas do corpo e da mente e elevar o bem estar. Porém, diferentemente das essências, têm um custo elevado e devem ser manipulados com alguns cuidados extras para não oxidar.

Por esses motivos, nem todo artesão se adapta ao uso dos óleos essenciais, e acabam preferindo as essências. Se esse é o seu caso, não se preocupe. Isso é apenas questão de gosto, algo super normal.

Pronto para começar a testar suas combinações? Se as dicas foram úteis, deixe um comentário aqui no final da página.

Fonte: lifestyle.sapo

Imagens: Pixabay

Veja também:

Como Fazer Sais de Banho Passo a Passo

Como Fazer Sabonete de Mel em Casa





Recomendado Para Você:

[relfake id="1"]

Comentários

comentários

Curso de Saboaria